O DAY-AFTER PARA OS ENGENHEIROS CIVIS

Dia 19 de Março de 2014 às 11 horas no Centro de Congressos do IST.

IMG_4554

O mercado nacional da construção empregava tradicionalmente a maioria dos novos engenheiros civis formados pelo IST, integrando-os nos seus processos normais de projecto e de execução de obra. No entanto, a forte retracção económica verificada nos últimos anos alterou significativamente esta situação pelo que o novo engenheiro civil tem de assumir uma atitude diferente se pretender iniciar uma vida profissional com sucesso. Nesta palestra vão discutir-se algumas dimensões importantes a considerar:

– Quais as competências humanas e técnicas a valorizar?

– Quais os mercados potenciais?

– Que ofertas de valor a apresentar às organizações?

– Qual o self-marketing a desenvolver?

– Como articular a evolução profissional com formações complementares?

Esta conferência vai realizar-se no dia 19 de Março  de 2014 às 11 horas no Centro de Congressos do Pavilhão de Civil (piso -1) e contará com a participação do Prof. José Antunes Ferreira, sendo seguida por um debate.

 

INDÚSTRIAS DO PETRÓLEO E GÁS – DESAFIOS E OPORTUNIDADES

Dia 20 de Março de 2014 às 11 horas no Centro de Congressos do IST.

Esta conferência, que contará com a presença do Engenheiro José Rebelo, que durante a sua carreira profissional passou pelos Grupos Petrofina e Galp Energia, abordará os temas: Visão genérica da indústria do petróleo e as perspectivas de desenvolvimento futuro; Recursos humanos na industria do petróleo e oportunidades para os engenheiros/engenheiros civis.

petroleo06-600x4001

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Indústria de Petróleo & Gás é a mais global de todas as indústrias e, sendo ainda a maior fonte de energia do mundo de hoje, a que tem mais importância na economia de todos os países.

Sendo global, é também diversa, e cada zona de pesquisa ou cada projecto de desenvolvimento e produção é um caso único, o que exige inovação permanente, cobrindo uma vasta gama do conhecimento humano.

Por isso esta indústria recruta técnicos com grande diversidade de diplomas e competências que depois forma para responder às necessidades, sempre em mutação, dos novos projectos. A Engenharia Civil é sem dúvida uma excelente porta de entrada nesse mundo de tecnologia de ponta.

 

UMA PERSPECTIVA DAS INFRA-ESTRUTRAS FERROVIÁRIAS

Dia 20 de Março de 2014 às 14 horas no Centro de Congressos do IST.

Esta Conferência contará com a presença da Engenheira Fernanda Rodrigues, Mestre em Engenharia Civil na área de Urbanismo, Transportes e Vias de Comunicação pela Universidade de Coimbra, sendo actualmente um quadro da REFER – Rede Ferroviária Nacional, empresa que gere as infra-estruturas ferroviárias em Portugal.

Contará também com a presença do Engenheiro Rui Rodrigues, Mestre em Engenharia Civil também pela Universidade de Coimbra, com o perfil de Geotecnia, tendo exercido a actividade profissional em diversas empresas da área do transporte ferroviário. Participou, entre outros, no Projecto de Reabilitação do Túnel do Rossio.

DSCF1046

Entre outros, serão abordados os temas:

– Diferentes tipos de Infra-Estruturas Ferroviárias;

– A importância das diferentes áreas da Engenharia Civil no Projecto de Infra-Estruturas Ferroviárias;

– O Projecto de Túneis Ferroviários.

 

PROJECTO DE EDIFÍCIOS – ALGUNS ASPECTOS CONDICIONANTES

Dia 20 de Março de 2014 às 16 horas e 30 minutos no Centro de Congressos do IST.

Esta Conferência será apresentada pelo Engº. António Segadães Tavares, um dos mais conceituados engenheiros civis do nosso país. Participou em obras emblemáticas, tanto em Portugal como no estrangeiro, tendo participado na construção da famosa Pala do Pavilhão de Portugal, na construção do Centro Cultural de Belém e nas obras de ampliação do Aeroporto da Madeira, entre outras.

pavilhão-de-portugal

Esta Conferência abordará os principais desafios colocados por edifícios de grande altura em termos de concepção e análise estrutural, com apresentação de um caso de estudo e de uma análise comparativa de uma solução estrutural para diferentes números de pisos.

 

OBRAS MARÍTIMAS E EROSÃO COSTEIRA

Dia 19 de Março às 14 horas no Centro de Congressos do IST.

Esta Conferência terá a participação do Prof. António Trigo Teixeira, docente do Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos do IST, especialista na área de Obras Marítimas e profissional desse ramo.

9297226_wDjGR

Nos últimos meses de Janeiro e Fevereiro a comunicação social falou quase diariamente dos casos de acentuada erosão costeira em zonas do litoral Português, como a Costa de Caparica, Guincho, Costa Vicentina, Costa Nova e Zona Marítima do Porto.

Este é, assim, um problema que está na ordem do dia e caso o aumento do nível médio das águas do mar continue a subir ao mesmo ritmo da década anterior, enfrentar esta problemática da melhor forma será decisivo para o futuro do nosso país.

 

O DESAFIO INTERNACIONAL DA ENGENHARIA CIVIL

Dia 19 de Março de 2014 às 16h30 no Centro de Congressos do IST.

O orador presente nesta Conferência será Nuno Pais Costa, formou-se em 1995 em Engenharia no IST, tendo depois ingressado na Profabril como Engenheiro de Projecto. Entre 1997 e 1998, coordenou o Projecto da Ponte-Flor de Lótus, entre Macau e a China. No final de 1998 fundou a QUADRANTE, com mais dois colegas de curso. A QUADRANTE é um dos Main Sponsors das III Jornadas de Engenharia Civil.

Neste momento Nuno Pais Costa preside ao Grupo QUADRANTE, formado após a compra da maioria do capital da PROCESL, sendo responsável pela Área de Edifícios e pelo mercado da América Latina.

Logótipo-Quadrante.jpg

As empresas de serviços profissionais, que incluem indústrias tais como Consultoria em Gestão, Advocacia,  Publicidade e também Engenharia, têm-se expandido nos mercados Globais a um ritmo sem precedentes nas duas últimas décadas. Isto ocorreu em paralelo com a globalização efectiva dos mercados globais e da quebra de barreiras comerciais.

Em Portugal este fenómeno iniciou-se mais recentemente, e no caso da Engenharia Civil, quase como resposta a uma conjuntura económica muito adversa em Portugal.

O Engenheiro Civil defronta-se hoje com o desafio de, num curto espaço de tempo, a sua profissão se ter tornado global.

Durante s conferência será abordada esta temática – como ser hoje Engenheiro Civil? Que competências novas são exigidas? Como estabelecer equilíbrios entre a profissão e a vida pessoal? Que impacto pode um Engenheiro Civil ter no Mundo global?